Hipervisão

...

Hipervisão

Os escultores designaram um termo para a habilidade do artista de olhar para uma peça bruta de pedra e vê-la na condição final, na forma aperfeiçoada. É chamada “hipervisão”.
O escultor Gutzon Borglum (1867-1941) criou muitas obras de arte conhecidas. A mais famosa provavelmente seja o Memorial Nacional no Monte Rushmore na Dakota do Sul, EUA. A governanta de Borglum captou o conceito de hipervisão quando olhou para os enormes rostos dos quatro presidentes no Monte Rushmore. “Sr. Borglum”, ela disse suspirando: “como você sabia que o Sr. Lincoln estava naquela rocha?”
A hipervisão também é uma boa descrição de nosso Deus que vê todas as coisas. Ele vê tudo o que somos e mais. Ele vê o que seremos quando Ele tiver completado Sua obra e estivermos diante dele, santos e sem mácula: à exata semelhança, a própria imagem de Jesus. O Deus que começou esta grande obra em você irá continuar até completá-la no dia em que Jesus Cristo voltar (Filipenses 1:6).
Deus não será negado! Ele tem tanto anseio por nossa perfeição que nada pode ser ou permanecerá como obstáculo até que Ele tenha consumado a obra que começou há tanto tempo.
Se apenas… se apenas nos colocarmos nas mãos do Escultor-Mestre.

FONTE:
David H. Roper