Na dificuldade

NA DIFICULDADE

“E, vendo-os em dificuldade a remar, porque o vento lhes era contrário, por
volta da quarta vigília da noite, veio ter com eles, andando por sobre o mar… ”
– Marcos, cap. 6 – v. 48

Jesus foi ao encontro dos companheiros no justo momento da dificuldade, quando
“o vento lhes era contrário”…
E, para tanto, na bela narrativa, não hesitou em andar sobre as águas do mar !
O Mestre, a fim de socorrer-nos na prova, transpõe os mais profundos abismos.
Não nos esqueçamos, no entanto, de detalhe importante nas anotações do
Evangelista: os discípulos estavam a remar !
Não estavam eles inoperantes, aguardando que todo socorro lhes viesse do Alto
nem, tampouco, revoltados, maldizendo as adversidades.
Muitos, diante das lutas que enfrentam, chegam a pensar que não suportarão…
– Ah, desistirei, porque vou sucumbir mesmo ! – exclama um deles.
– Estou cansado de esperar pela intercessão que não vem ! – lamenta outro.
– Tenho orado inutilmente ! – blasfema mais um.
Quando nenhuma providência evidente estiver sendo tomada pelo Céu, em
auxílio ao crente em apuros na Terra, é porque o Senhor considera que, no
momento, o melhor já está sendo feito.
Ou, talvez, esteja faltando da parte de quem se encontra quase a naufragar o
esforço de continuar remando, para que, com base em sua própria iniciativa de
salvação, as Leis da Vida providenciem colocá-lo completamente a salva e em
segurança.

(Obra: Saúde Mental À Luz do Evangelho – (Carlos A.Baccelli/Inácio Ferreira)

Deixe um comentário!