otimismo na crise

...

Ser otimista em tempos de “vacas gordas” é um comportamento aparentemente fácil e que faz parte do cenário do melhor dos mundos. Mas como manter o otimismo nos momentos de perda? Como seguir sorrindo sem ter a certeza do cenário que irá encontrar?
Querer segurança em um mundo que se alimenta de mudanças é desejar o impossível. Entretanto, podemos manter uma vigorosa atitude positiva mesmo cercados de infortúnio e instabilidade. O que faz a diferença entre uma vida de realizações e uma existência vazia não são as coisas que acontecem conosco, mas a forma como reagimos àquilo tudo que nos acontece. Sei que pode parecer um discurso de autoajuda, mas garanto a vocês que é real.
Soichiro Honda afirmou que 99% de seu sucesso foi construído a partir de fracassos. Sua primeira fábrica foi destruída por um terremoto e a segunda por um ataque aéreo durante a Segunda Guerra Mundial. Stephen Hawking, físico inglês e autor de best sellers internacionais, quando descobriu-se portador de uma doença incurável que o manteria presa a uma cadeira de rodas, comentou: -“Agora posso buscar entender o universo, pois não preciso mais me preocupar com aposentadoria e as contas a pagar.”
Walt Disney disse que precisou se tornar empreendedor, pois todos se recusavam a lhe dar um emprego. Thomas Edison jamais admitia o fracasso como o fim de um processo; quando incendiou sua fábrica dizem que ele agradeceu a chance de recomeçar e construir uma fábrica mais moderna.
É claro que muitos sentimentos se misturam em momentos de perda e o melhor é que não precisamos viver situações tão trágicas para perceber que é hora de mudar e arregaçar as mangas. Pergunte-se sempre o que você tem aprendido com seus próprios erros e qual é o grau de responsabilidade que você assume sobre eles. Você não é o culpado por todas as dores do mundo, mas também não é uma vítima do universo.
Em tudo o que fizer coloque energia, força, determinação e a certeza de que será bem sucedido. Isso é ter fé! Milagres acontecem para aqueles que estão em constante ação e superação. Não adianta ficar parado com medo de recomeçar e errar. O erro só é um problema se não formos capazes de aprender com ele. Bill Gates afirma que toda empresa precisa ter gente disposta a errar. E eu concordo com ele.
Em vez da ilusória segurança, aceite a insegurança e aprenda a utilizá-la a seu favor. Os otimistas são aqueles que procuram (e encontram) uma luz no fim do túnel. Se você tem sempre uma visão pessimista do mundo, pode ser difícil mudar seu foco, mas lembre-se que é possível começar a ver o copo meio cheio, e não meio vazio. Inclusive, saiba que os copos estão, em geral, cheios – a gravidade é que tende a atrair o material líquido mais denso para o fundo. Mude seu olhar!

Deixe um comentário!