pertenço a Deus

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu filho unigênito para que todo aquele que nEle crer não pereça, mas tenha a vida eterna." João 3.16

Adauto era pequeno, tinha aproximadamente 7 anos quando desejou ter um carrinho.

Seu pai não tinha condições de comprar e ele ficou muito triste.

Então teve uma ideia: Vou construir um carrinho lindo, brincar e cuidar com todo o carinho.

E assim foi.

Adauto pegou madeiras pregos, tintas de cores sortidas, serrinha, lixa, pincel enfim, todo o material que precisaria para construir o tão sonhado carrinho.

Após alguns dias, com as mãos machucadas, dedos cortados devido a serrinha que usou e alguns calos nas palmas das mãos, ele fitou o carrinho e disse: Você é o brinquedo mais lindo que eu já vi, não há nenhum como você.

Adauto estava muito feliz por ter um carrinho e o melhor, saber que foi construído por suas próprias mãos.

Era um sonho realizado que segurava em suas mãos.

Depois de tanto trabalho ele pensava: Valeu o sacrifício.

Um dia quando levantou pela manhã e foi ao local onde guardava seu carrinho, teve uma surpresa: ele não estava lá. Procurou e não o encontrou.

Com tristeza ele percebeu que alguém tinha roubado o seu sonho.

Um trabalho tão duro, tantos dias de empenho, fez o carrinho com todo o amor e dedicação que havia no seu coração e alguém o levou embora.

O tempo passou e Adauto já adulto, homem feito, ia a caminho de casa na volta do serviço e parou de frente a uma loja de brinquedos artesanais.

Admirando a vitrine, para sua surpresa, lá estava o carrinho.

Aquele mesmo que ele havia feito com suas próprias mãos.

Então ele entrou na loja e disse ao moço que lá estava:

- "Senhor, aquele carrinho é meu e eu vou levá-lo!"

E o homem respondeu:

- "Não, aquele carrinho é da loja e se quizer levá-lo, terá que pagar por ele."

- "Quanto quer?"

perguntou o rapaz.

- "Mil dinheiros"

Respondeu o moço.

Era muito dinheiro e ele não tinha.

Precisava juntar a quantia e pegar de volta seu carrinho.

Então ele trabalhou duro, durante dias e guardou todo o dinheiro que ganhou.

Foi até a loja, comprou seu carrinho de volta e olhando para o brinquedo disse:

- "Você é meu duas vezes, uma porque eu te fiz e depois porque eu te comprei."

Moral da história: Nós pertencemos a Deus porque Ele nos criou. Um dia fomos tirados da Sua presença, fomos roubados, mas Deus por nos amar tanto e nos querer de volta, pagou um preço muito alto e nos comprou para nos levar com Ele para casa. Jesus foi o preço, o sofrimento dEle na cruz e o seu sangue derramado é o que garante na nossa volta para D eus, perdão de nossos pecados e salvação.

Desconheço o Autor

Compartilhar a mensagem pertenço a Deus no twitter

Comente a mensagem "Pertenço a Deus"
blog comments powered by Disqus

Envie a mensagem "palavras" por email para os seus amigos

Receba mensagens de motivação em seu email
Google Grupos