TRÊSCOISASIMPORTANTES

TRÊS COISAS IMPORTANTES

Gabriela Mistral disse certa vez:

“Onde houver uma árvore a plantar, procure plantá-la! Onde houver um erro a corrigir, busque corrigi-lo! Onde houver uma tarefa que todos recusem, tente assumi-la”.

Plantar uma árvore! Dá uma alegria tão grande contemplar uma árvore que nossas mãos plantaram! E quando, então, se trata de árvores como a mangueira, que atravessa os anos, dá alegria até em pensar que a árvore por nós plantada — de certo modo nossa filha — continuará oferecendo sombra, frutas e abrigo para os passarinhos quando nós já nem estivermos neste chão dos homens.

Quanto a corrigir erro, é uma arte difícil. Quem gosta de ser corrigido? É preciso que quem errou sinta que quem corrige não vem contra, não vem com rudeza, não vem com ar de quem não erra e de quem é mestre e nasceu para corrigir e ensinar… É preciso que quem errou sinta amizade em quem corrige, sinta que a intenção única é ajudar, sem pretensão de quem se julga maior ou melhor…

Quem não se vê, por vezes, diante de tarefas que ninguém abraça, e parece humilhante e inglória?

O preço a pagar para poder fazer o que ninguém se anima a fazer, o que praticamente a todos causa repugnância, é ausência total de parecer herói, criatura diferente e extraordinária…


Onde houver uma árvore a plantar, procure plantá-la! Onde houver um erro a corrigir, busque corrigi-lo! Onde houver uma tarefa que todos recusem, tente assumi-la.

Tudo na maior simplicidade, como quem apenas cumpre o próprio dever e se alegra de poder ajudar…

UM OLHAR SOBRE A CIDADE, de D. Helder Câmara-3ª edição/2009-PAULUS

Deixe um comentário!