Valorizando Outros

Valorizando Outros

Quando jovem, Roberto experimentou muitas dificuldades em sua vida – pobreza, um lar desmoronado, uma vizinhança violenta. Muitas vezes, ainda menino, deixava de ir à escola e era difícil lidar com ele. Mas quando um amigo foi assassinado, Roberto considerou isso como um chamado para despertar. Determinado a mudar sua vida, trabalhou duro para levantar seus créditos escolares do fracasso para as médias mais altas.
Mas o conselheiro da escola não acreditou nele e disse-lhe que nenhuma universidade o aceitaria. Contudo, Roberto provou o contrário. Ele se formou na universidade e tornou-se um profissional da educação. Escolheu essa carreira porque, como ele diz: “Os professores me viram como alguém sem identidade – uma pessoa de pouco valor”. Ele não queria que o mesmo acontecesse com os outros.
Jesus vê a todos como pessoas de valor. Zaqueu era um desonesto coletor de impostos (Lucas 19:1-10). Jesus poderia tê-lo ignorado, mas viu Zaqueu na árvore e o chamou pelo nome.
É importante que os cristãos reconheçam os outros como pessoas de valor. Brennan Manning escreve: “O cristão que não olha simplesmente, mas enxerga o outro, diz a essa pessoa que ela está sendo reconhecida como ser humano num mundo impessoal, de objetos”.
As pessoas com as quais nos encontramos sabem que as vemos como valiosas para nós e para Deus?


FONTE:
Anne M. Cetas

Deixe um comentário!