A Vista da Montanha

A Vista da Montanha

No vale onde moro pode ser muito frio no inverno. As nuvens e o nevoeiro isolam o chão, mantendo o ar gelado sob as camadas mais quentes acima. Mas você pode sair desse vale. Há uma estrada próxima que acaba ao lado de uma montanha de 2.286 metros que se eleva nessa região. A poucos minutos de carro, você sai do nevoeiro e emerge no calor e brilho de um dia ensolarado. Você pode olhar para baixo e ver as nuvens que encobrem o vale abaixo, e vê-lo por um ponto de vista diferente.

Às vezes, a vida é assim. As circunstâncias parecem nos cercar de um nevoeiro que a luz solar não consegue penetrar. Contudo, a fé é a nossa maneira de subir o vale – os meios pelos quais “[buscamos] as coisas lá do alto…” (Colossenses 3:1). Ao fazermos isso, o Senhor nos capacita a superar nossas circunstâncias e encontrar coragem e tranquilidade para o dia. Como escreveu o apóstolo Paulo: “…aprendi a viver contente em toda e qualquer situação” (Filipenses 4:11).

Podemos sair de nossa angústia e tristeza. Podemos sentar um pouco na encosta da montanha e, por meio de Cristo, que nos dá força (Filipenses 4:11).
obter uma perspectiva diferente.

PAI, APESAR DE NÃO PODER VER SEMPRE ONDE ESTÁS, NEM O QUE ESTÁS FAZENDO, DESCANSO EM TEU AMOR POR MIM.

FONTE:


David H. Roper

Pão Diário – Ministério RBC

Deixe um comentário!