6 Dicas para Gerenciar seu Tempo

6 Dicas para Gerenciar seu Tempo

Existe uma famosa frase que diz que tempo é dinheiro, só que, na época em que vivemos, é muito mais do que isso. Tempo é algo precioso e devemos administrá-lo para não perdê-lo.

Seja em casa, no trabalho, na faculdade, na vida pessoal, devemos não só organizar o que iremos fazer como também encontrar maneiras para que tais tarefas possam ser executadas com eficácia dentro do prazo necessário. Confira algumas dicas que podem te ajudar a gerenciar seu tempo.

Faça uma lista de prioridades
Por mais que você tenha mil coisas para fazer, dê prioridade às mais urgentes e faça uma lista. Determine o tempo que irá usar para cada tarefa e, conforme for realizando, elimine o item da lista. Se possível, coloque as coisas mais difíceis no topo, assim, no fim do dia, quando estiver cansado, fará as tarefas que tem mais habilidade para realizar.

Evite distrações
Elas são as grandes vilãs na administração do tempo. Pequenos momentos de distração podem acabar tomando muito tempo e, quando você ver, terá acumulado tudo o que deveria ter feito e, para cumprir com suas obrigações, acabará pegando “emprestado” o tempo que iria usar para outras coisas.

Organize sua mesa
Com seus materiais devidamente organizados, você não perderá tempo procurando documentos, pastas e relatórios. O mesmo vale para arquivos no computador, separe pastas específicas e sempre nomeie os arquivos de uma maneira que fique fácil achá-los quando precisar deles.

Tenha uma agenda
Organize suas tarefas pessoais como eventos importantes, ligações a serem feitas, o prazo de pagar suas contas. Quanto mais organizada sua vida pessoal, mais fácil administrar o restante.

Evite filas
As tecnologias estão aí para nos ajudar a ganhar tempo. Quanto mais coisas você puder resolver pela Internet ou telefone, o faça, assim você evita ir até os locais, pegar filas e perder um tempo em que poderia estar focando em suas tarefas ou tendo lazer com sua família.

Descanse
É extremamente importante que você planeje intervalos para desocupar a mente, pois não adianta planejar todas suas tarefas e não estar disposto a realizá-las, então, tenha intervalos para descanso, separe algumas horas para lazer (nem que seja no fim de semana) e procure dormir bem para não sobrecarregar a mente.

Resumindo, conhecer sua rotina, organizar suas tarefas e administrar o seu tempo te ajudará não só em seu trabalho, como também te trará mais qualidade de vida. Além disso, é muito importante estar sempre por dentro de todas as técnicas de coaching que podem te auxiliar no gerenciamento de tempo.

Autor: Villela da Matta

Escolhas

Escolhas
Você pode curtir ser quem você é, do jeito que você for, ou viver infeliz por não ser quem você gostaria.

Você pode assumir sua individualidade, reprimir seus talentos e sonhos, tentando ser o que os outros gostariam que você fosse.

Você pode produzir-se e ir se divertir, brincar, cantar e dançar, ou dizer em tom amargo que já passou da idade ou que essas coisas são fúteis, não sérias e bem situadas como você.

Você pode olhar com ternura e respeito para si próprio e para as outras pessoas, ou com aquele olhar de censura, que poda, pune, fere e mata, sem nenhuma consideração para com os desejos, limites e dificuldades de cada um, inclusive os seus.

Você pode amar e deixar-se amar de maneira incondicional, ou ficar se lamentando pela falta de gente à sua volta.

Você pode ouvir o seu coração e viver apaixonadamente ou agir de acordo com o figurino da cabeça, tentando analisar e explicar a vida antes de vivê-la.

Você pode deixá-la como está para ver como é que fica ou com paciência e trabalho conseguir realizar as mudanças necessárias na sua vida e no mundo à sua volta.


Você pode deixar que o medo de perder paralise seus planos ou partir para a ação com o pouco que tem e muita vontade de ganhar.

Você pode amaldiçoar sua sorte, ou encarar a situação como uma grande oportunidade de crescimento que a Vida lhe oferece.

Você pode mentir para si mesmo, achando desculpas e culpados para todas as suas insatisfações, ou encarar a verdade de que, no fim das contas, sempre você é quem decide o tipo de vida que quer levar.

Você pode escolher o seu destino e, através de ações concretas, caminhar firme em direção a ele, com marchas e contramarchas, avanços e retrocessos, ou continuar acreditando que ele já estava escrito nas estrelas e nada mais lhe resta a fazer senão sofrer.

Você pode viver o presente que a Vida lhe dá, ou ficar preso a um passado que já acabou, e portanto não há mais nada a fazer, ou a um futuro que ainda não veio, e que portanto não lhe permite fazer nada.

Você pode ficar numa boa, desfrutando o máximo de coisas que você é e possui, ou se acabar de tanta ansiedade e desgosto por não ser ou não possuir tudo o que você gostaria.

Você pode engajar-se no mundo, melhorando a si próprio e, por conseqüência, melhorando tudo que está à sua volta, ou esperar que o mundo melhore para que então você possa melhorar.

Você pode continuar escravo da preguiça, ou comprometer-se com você mesmo e tomar atitudes necessárias para concretizar o seu Plano de Vida.

Você pode aprender o que ainda não sabe, ou fingir que já sabe tudo e não precisa aprender nada mais.

Você pode ser feliz com a vida como ela é, ou passar todo o seu tempo se lamentando pelo que ela não é.

A escolha é sua … E o importante, é que você sempre tem escolha. Pondere bastante ao se decidir, pois é você quem vai carregar sozinho e sempre o peso das escolhas que fizer.

Pondere bastante ao se decidir, pois é você quem vai carregar sozinho e sempre o peso das escolhas que fizer.

Autor: Luis Borges