Treinando Para a Vida

Treinando Para a Vida

 

            Quando Dean Kamazes completou a maratona de quase 40 quilômetros, na cidade de Nova Iorque, em 2006, ele marcou o término de uma façanha quase impossível: perseverança. Ele já havia participado de 50 maratonas, em 50 estados e em 50 dias. A resistência excepcional desse atleta incluiu 563 quilômetros contínuos; ciclismo em montanhas por 24 horas seguidas e o cruzamento da baía de São Francisco a nado. Esse nível de performance requer treinamento rígido e dedicado.

            Paulo disse a Timóteo que a boa forma espiritual também exige muito mais do que uma tentativa displicente de viver de modo que honre a Deus. Numa cultura caracterizada por falsos ensinamentos, além de formas extremas de autoindulgência e autonegação, Paulo escreveu: “… Exercita-te, pessoalmente, na piedade. Pois o exercício físico para pouco é proveitoso, mas a piedade para tudo é proveitosa, porque tem a promessa da vida que agora é e da que há de ser” (1 Timóteo 4:7,8).

            Nossos corpos e mentes devem ser dedicados a Deus e preparados para o Seu serviço (Romanos 12:1,2). O objetivo não é a flexão muscular espiritual, mas uma vida que agrada ao Senhor. O estudo vigoroso da Palavra de Deus, dedicação à vida de oração, fazem parte do processo. Se o nosso treinamento é bem feito, ele tem efeitos muito positivos em nosso cotidiano.

            VOCÊ EXERCITA-SE DIARIAMENTE PARA TER UM CARÁTER DIVINO?

 

FONTE:

David C. McCasland

O Apito do trem

O famoso jogador de golfe, Ben Hogan, estava concentrado em uma tacada
importante para colocar a bola no buraco. De repente, um apito de trem, bem
alto, começou a ser ouvido ao longe. Depois de acertar a tacada no buraco,
perguntaram a ele se o apito do trem o aborreceu. “Que apito?” Hogan respondeu.

Lendo esta notícia eu comecei a refletir em nossa vida espiritual. Estamos
concentrados em nossa comunhão com Deus ou temos nos deixado atrapalhar pelo
“apito do trem” que soa sem parar no mundo ao nosso redor?

Quando paramos para ouvir o “apito do trem” da mentira, ou do egoísmo, ou da
mesquinharia, ou do ódio, ou da indiferença, ou da incredulidade, não
conseguimos nos concentrar em nossa vida com o Senhor e tudo o que fazemos dá
errado. Não estamos atentos à voz de Deus e não conseguimos seguir a direção por
Ele mostrada.

Quem ouve a Deus não ouve o “apito” do pecado! Quem obedece a Palavra do Senhor
não se deixa iludir, nem se embaraça, nem erra o caminho, pois, não ouve os
“apitos” enganosos do mundo.

Quando estamos firmes na rocha, o apito não nos atrai. Quando nos ocupamos em
louvar e glorificar a Deus, sequer ouvimos o apito. A voz do Senhor nos preenche
e o “apito do trem” nem é percebido.

Se você ainda se distrai ouvindo o “apito do trem”, peça a Deus que o abençoe
para que ouça somente júbilo e alegria.